fbpx
Blog Fuxico do Sertão - Notícias de Pastos Bons e Região

Ministério Público abre investigação para apurar fraude no concurso da Assembleia


O Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de São Luís instaurou investigação para apurar denúncias de fraude no concurso para seleção de servidores da Assembleia Legislativa do Maranhão.

O Parquet encaminhou ofício nesta sexta-feira, 17, ao deputado estadual Yglésio Moyses solicitando que indique local, dia e hora, considerando as prerrogativas funcionais dele, para prestar esclarecimentos sobre o caso.

O objetivo é colher informações a fim de embasar as investigações já iniciadas no dia 26 de maio, com instauração de Notícia de Fato pela 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa. O presidente da Poder Legislativo estadual, Othelino Neto, solicitou, na última quarta-feira, 15 de junho, por meio de ofício, providências para apurar as denúncias.

Após o registro, na Ouvidoria do Ministério Público do Maranhão, de denúncias de candidatos narrando falhas na fiscalização das provas, irregularidades na publicidade do certame, vazamento de gabarito preliminar, utilização ilegal de celulares, suposta corrupção da entidade executora do concurso, além de provas e embalagens sem lacre, a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de São Luís instaurou investigação sobre o caso.

A Notícia de Fato foi instaurada, em 26 de maio, pelo promotor de justiça Marcos Valentim Pinheiro Paixão. Em 2 de junho, por iniciativa do procurador-geral de justiça Eduardo Nicolau, os titulares da 2ª e 3ª Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de São Luís, João Leonardo Sousa Pires Leal e Adélia Maria Souza Rodrigues Martins, respectivamente, foram designados para atuar conjuntamente com o titular da 1ª Promotoria de Justiça.

Em 6 de junho, o MPMA emitiu Recomendação ao presidente da Comissão de Concurso da Assembleia Legislativa do Maranhão, Eduardo Pinheiro Ribeiro, destacando que o resultado preliminar da prova objetiva foi publicado sem a indicação dos nomes dos candidatos aprovados, com a referência somente ao número de inscrição de cada um.

No documento, os três promotores destacaram a obrigação de transparência do concurso. “A lista de aprovados sem a indicação dos nomes dos candidatos, referenciando apenas o número de inscrição de cada um, afronta o princípio da publicidade, vez que impossibilita a verificação, pelos interessados, da observância à ordem de classificação quando da convocação, essencial para a manutenção da idoneidade do concurso público”.

O Ministério Público recomendou que as divulgações dos resultados de todas as fases do certame sejam publicadas com os nomes de todos os candidatos aprovados e respectivas notas. Também foi recomendada a publicação de listas separadas, diferenciando os candidatos às vagas de ampla concorrência e as reservadas aos negros e pessoas com deficiência.

No dia 26 de maio, o MPMA encaminhou ofício ao presidente do Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (CEPERJ), Gabriel Lopes, instituição responsável pela aplicação das provas, solicitando esclarecimentos sobre as denúncias. Como não obteve retorno, o Ministério Público encaminhou novo ofício, em 7 de junho, concedendo 10 dias de prazo à CEPERJ para prestar as informações.

Em 31 de maio, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa oficiou ao presidente da Comissão de Acompanhamento do Concurso da Assembleia Legislativa, Eduardo Pinheiro Ribeiro, solicitando esclarecimentos sobre as denúncias.

Via Blog Neto Ferreira

Três apostas feitas no Maranhão faturam, juntas, mais de 180 mil na quina da Mega-Sena.

Apostas vencedoras do concurso realizado nesse sábado (28) são das cidades de Bom Jardim, Esperantinópolis e Imperatriz.

Três apostas feitas no Maranhão acertaram cinco (quina) das seis dezenas sorteadas na Mega-Sena, no sorteio desse sábado (28). As apostas foram feitas nas cidades de Bom Jardim, Esperantinópolis e Imperatriz.

Duas apostas foram realizadas por meio de bolão e uma foi simples. As duas apostas realizadas por meio de bolão foram feitas em Bom Jardim e Esperantinópolis, e cada uma vai receber o valor de R$46.388,82 e R$92.777,64 respectivamente. Já a aposta feita em uma lotérica do município de Imperatriz vai receber o montante de R$46.388,86.

No concurso 2485, os números sorteados foram 05, 12, 32, 38, 47 e 60. O próximo sorteio da Mega-Sena, concurso 2.486, será realizado na próxima terça-feira (31). Prêmio acumulado é estimado em R$ 120 milhões.

 

Via- G1

Lutador de São Luís estreia com vitória no UFC, em Las Vegas

A estreia do peso-médio Caio Borralho no UFC não foi como ele esperava. Após quase três rounds de domínio sobre o russo Gadzhi Omargadzhiev, que vinha invicto em 13 lutas no MMA, o brasileiro conectou uma joelhada ilegal na cabeça do rival no terceiro round. Como Omargadzhiev não retornou para a luta, o árbitro decidiu considerar as papeletas dos juízes, que apontaram vitória do brasileiro por decisão unânime (triplo 29-27).

A luta começou com os dois lutadores apostando nos chutes, e com Borralho mostrando velocidade nos golpes. Após um bloqueio de chute por parte de Omargadzhiev, o brasileiro caiu por baixo no chão, mas inverteu a posição imediatamente. Borralho ficou por cima e tentou aplicar o “ground and pound”, mas Omargadzhiev defendeu-se e chegou a acertar um chute na cabeça do brasileiro, que absorveu o golpe e voltou a pressionar o russo no chão, dominando as suas costas. Com o cadeado fechado na cintura, Borralho buscava um estrangulamento, mas também aplicava cotoveladas na lateral da cabeça do russo, pressionando-o até o intervalo.

No recomeço da luta, Omargadzhiev começou tentando buscar o ataque na luta em pé, mas Borralho manteve a calma, e mesmo após receber alguns golpes, voltou a pressionar o russo, acertando bons golpes. Omargadzhiev pareceu sentir um direto e abaixou-se junto à grade. O brasileiro quase aplicou uma joelhada ilegal, mas travou o movimento a tempo. Logo em seguida, Borralho encurtou a distância e dominou Omargadzhiev, voltando a ficar nas suas costas com o cadeado fechado na cintura e terminando o round exatamente como o anterior.

Na volta para o terceiro round, Omargadzhiev acertou uma joelhada na região genital de Borralho, que levou algum tempo para se recuperar. No retorno ao combate, o brasileiro tentou duas joelhadas voadoras sem sucesso, e depois partiu para a luta agarrada. No chão, o russo tentou encaixar uma chave de perna, mas Borralho defendeu e saiu da posição. Novamente nas costas de Omargadzhiev, o brasileiro aplicou uma joelhada ilegal na cabeça do rival, que ficou caído no chão. O árbitro retirou um ponto de Borralho, mas Omargadzhiev não retornou para a luta e o árbitro Dan Miragliotta encerrou o combate.

Petrobras reajusta preços da gasolina, diesel e gás de cozinha

Em meio à disparada dos preços do petróleo, a Petrobras anunciou nesta quinta-feira (10) reajustes nos preços de gasolina e diesel após quase 2 meses de preços congelados nas refinarias. “Após 57 dias sem reajustes, a partir de 11/03/2022, a Petrobras fará ajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras”, informou a estatal, em comunicado.

A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%. Para o GLP, o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras foi reajustado em 16,1%, e passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg.

O produto não era reajustado há 152 dias. “Após serem observados preços em patamares consistentemente elevados, tornou-se necessário que a Petrobras promova ajustes nos seus preços de venda às distribuidoras para que o mercado brasileiro continue sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”, justificou a Petrobras, acrescentando que decidiu não repassar de imediato a volatilidade decorrente da guerra na Ucrânia.

“Esses valores refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia. Mantemos nosso monitoramento contínuo do mercado nesse momento desafiador e de alta volatilidade”, acrescentou a estatal.

O mercado segue de olho em medidas do governo para conter a alta dos preços dos combustíveis para os consumidores. Sem consenso para a análise, o Senado adiou na quarta-feira (9), pela terceira vez, a votação de dois projetos com o objetivo de conter a alta de preços dos combustíveis.

G1

Alumar oficializa apoio ao programa Canteiro Escola para recuperação de prédios históricos

O Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar) oficializou, nesta terça-feira (22), apoio ao programa Canteiro Escola, uma iniciativa que tem como objetivo a recuperação do patrimônio histórico da cidade, com a formação de mão de obra especializada para este fim. Idealizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), o programa se fundamenta em uma parceria entre o poder público e a iniciativa privada, tendo como parceiros entidades do Sistema FIEMA – Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Serviço Social da Indústria (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Sinduscon-MA e Sebrae, além das empresas que o patrocinam.

O presidente da Alcoa Brasil, Otavio Carvalheira, presente no ato de assinatura, falou da importância de se preservar o Patrimônio Histórico de São Luís. Ele agradeceu a oportunidade que a Alumar tem em fazer parte de um projeto desta natureza. “Esta parceria entre o público e o privado tem o potencial de preservar essa riqueza que a gente vê aqui neste centro histórico e traduz muito o nosso propósito, que é transformar potencial em progresso verdadeiro nas comunidades onde atuamos”, pontuou.

De acordo com o diretor da Alumar, Helder Teixeira, colaborar com a revitalização do Centro Histórico da cidade é algo que está dentro do programa da instituição na linha da sustentabilidade. Ele lembrou que o projeto vai ao encontro de outro projeto abraçado pelo Consórcio recentemente, o “Adote um Casarão”, em que a Alumar vai reformar o prédio do antigo 1º Distrito Policial de São Luís, localizado na Rua da Palma. “Parcerias como estas são de muita importância para a Alumar. Esperamos, inclusive, uma sintonia muito interessante entre estas duas propostas, que trabalham na mesma linha de aproveitar mão de obra especializada e formada com a nossa colaboração efetiva”, afirmou o executivo.

Para presidente da Fumph, Kátia Bogéa, o apoio de empresas como a Alumar possibilita ao programa o financiamento das bolsas oferecidas aos alunos, alimentação, uniformes, EPIs e a compra do material para a recuperação dos monumentos. “Neste primeiro monumento, que é o Mercado das Tulhas, o programa contempla duas especialidades – pedreiro e pintor, cada uma com 18 alunos e 400 horas de formação”, afirmou Kátia, acrescentando que após a formação oferecida pelo SENAI, os profissionais estarão aptos a serem contratados para outras obras dentro do Centro Histórico de São Luís.

O presidente do Sinduscon-MA, Fábio Nahuz, lembrou que a Alumar sempre foi parceira da Fiema e, consequentemente, da entidade de classe que ele dirige e, que essa conjunção de esforços foi essencial para que o programa esteja alcançando seus objetivos. “As nossas empresas associadas têm grandes dificuldades para encontrar mão de obra especializada para este tipo de serviço. Vimos no programa uma oportunidade de customizar um curso voltado para este fim”, comemorou o empresário, explicando que, neste primeiro projeto, a parte prática do curso é exatamente o trabalho que os alunos estão executando no Mercado das Tulhas.

A assinatura do termo de parceria foi realizada na área do Centro Histórico de São Luís conhecida como “Reviver” e também contou com a presença de diversas autoridades envolvidas no projeto, além da gerente de Relações Institucionais e Segurança Empresarial da Alumar, Dulcimar Soares e de Flávio Lima, supervisor de Relações Governamentais.

Beneficiários do programa – Depois de cumprirem 20% das 400 horas em aulas teóricas, os 36 alunos do curso já partiram para a parte prática, a chamada capacitação em serviço e se dizem felizes com isso. Tayana de Sousa, de 25 anos, moradora do bairro da Madre Deus, nunca havia trabalhado antes e descobriu o curso por meio de edital publicado no site da Prefeitura de São Luís. Viu no curso de pintora de obras imobiliárias voltada a recuperação de prédios históricos uma oportunidade de se profissionalizar em uma área ainda carente de profissionais. “Estou muito feliz, porque agora posso tenho uma profissão e, principalmente, uma oportunidade”, disse.
Proprietário de uma loja de produtos artesanais no Mercado das Tulha, Lourival Nascimento acredita que o projeto, que vem recuperando os prédios da área, é muito bem-vindo tanto para quem trabalha na região quanto para quem visita. “No momento em que vem um projeto que valoriza a área é bom para todo mundo”, comemorou o comerciante.
Sobre a Alumar
O Consórcio de Alumínio do Maranhão – Alumar é um dos maiores complexos industriais de produção de alumina e alumínio do mundo. Inaugurado em julho de 1984, é formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto e South32 e desempenha um papel importante no Maranhão. Cerca de 90% de seus colaboradores são maranhenses, além de contar com centenas de fornecedores locais.
O sistema de gestão da Alumar é integrado e engloba gestões de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente estabelecido com base nas normas NBR ISO 9001, NBR ISO 14001 e NBR ISO 45001. Em 2019, obteve a certificação ASI (Aluminium Stewardship Initiative), o mais importante Selo de Sustentabilidade na cadeia de valor do alumínio.

Legendas das fotos:

Canteiro Escola foto 1: Flávio Lima, supervisor de Relações Governamentais da Alumar; Helder Teixeira, diretor da Alumar; Fabio Nahuz, presidente do Sinduscon; Otavio Carvalheira, presidente da Alcoa Brasil; Celso Gonçalo, vice-presidente da Fiema e diretor do Sinduscon; e Benedito Mendes, vice-presidente da Fiema.

Canteiro Escola foto 2: Presidente da Alcoa Brasil, Otavio Carvalheira, oficializou apoio ao programa Canteiro Escola.

Já imaginou receber um dinheiro que você nem se lembrava mais que tinha? Isso pode acontecer caso seu CPF ou CNPJ tenha direito a valores “esquecidos” em contas bancárias no Brasil.

O Banco Central liberou o sistema de consulta em 24 de janeiro, mas a página saiu do ar devido ao grande número de acessos. Após a falha, a instituição criou um novo site exclusivo para o Sistema Valores a Receber, que está disponível aos cidadãos a partir desta segunda-feira (14).
Veja se voce tem valores a receber do Banco Central: como consultar seu CNPJ ou CPF

A seguir, confira o passo a passo para consultar se você tem valores a receber.

1. O site valoresareceber.bcb.gov.br é a única página para consulta e solicitação de valores.

2. O Banco Central nunca envia links em nome do Sistema Valores a Receber.

3. O Banco Central nunca entra em contato com você para falar sobre valores a receber ou para pedir seus dados pessoais e senhas.

4. Nunca clique em links enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

5. Não faça nenhum tipo de pagamento para ter acesso aos valores.

Saiba como será a divisão da OI Móvel no Maranhão entre a Claro, Tim e Vivo

A venda da Oi Móvel faz parte do processo de recuperação judicial da operadora, e já foi aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Porém, o processo está sendo discutido no Cade, Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Apesar da recomendação do MPF, que optou pela não venda da operadora, a Claro, Tim e Vivo, fizeram uma nova proposta pela OI. Caso seja aprovada, clientes ainda utilizam o OI Móvel migraram automaticamente para as outras operadoras.

No Maranhão, a divisão deverá ficar apenas com duas operadoras, Tim e Vivo. Com isso, cliente com o número com DDD 99, migraram para TIM, e cliente com DDD 98, terão seus números migrado para operadora Vivo.

Veja divisão completa para a DDDs de todo o Brasil

TIM

11, 16, 19, 21, 22, 24, 32, 51, 53, 54, 55, 61 a 69, 73, 75, 89, 93 a 97 e 99.

Claro

13 a 15, 17, 18, 27, 28, 31, 33, 34, 35, 37, 38, 43 a 49, 71, 74, 77, 79, 87, 91 e 92.

Telefônica/Vivo

 12, 41, 42, 81 a 86, 88 e 98.

Folha Do Maranhão

Pedro Lucas comemora decisão da Petrobras

O deputado federal Pedro Lucas, nesta quinta-feira (03), utilizando as redes sociais, comemorou uma decisão tomada pela Petrobras, através do seu presidente, que alcançará a Bacia Pará-Maranhão.

Não é de agora, que o deputado maranhense tem defendido abertamente que a bacia pode ser uma das mais promissoras na produção petrolífera. Pedro Lucas chegou a fazer uma audiência pública para tratar do assunto.

Pedro Lucas tem sempre ressaltado que a exploração dessa bacia irá assegurar ao Maranhão arrecadação de tributos e royalties, entre outros investimentos que beneficiará os maranhenses.

“Como já apontam os estudos, a Bacia Pará-Maranhão é uma das mais promissoras da margem equatorial em capacidade de produção de barris de petróleo. O Maranhão terá mais uma oportunidade de desenvolvimento com a arrecadação de tributos, royalties e mais investimentos”, vem destacando.

Nesta quinta-feira, Pedro Lucas comemorou a informação de que efetivamente a Petrobras começará a exploração no segundo semestre deste ano.

“Ótima notícia! O presidente da Petrobras, Joaquim Silva, declarou que a empresa pode começar a exploração da Margem Equatorial no segundo semestre deste ano. No ano passado, realizamos uma audiência pública sobre esse tema importante para o nosso estado”, destacou Pedro Lucas.

É aguardar e conferir, mas em confirmando a exploração, o Maranhão será bastante beneficiado.

Via Blog Jorge Aragão

CHESF aumenta vazão de Boa Esperança para 2.000 m³/s

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) informa que, em virtude das fortes chuvas ocorridas na manhã desta segunda-feira (03/01), na Bacia do Rio Parnaíba (PI), o Reservatório da Usina Hidrelétrica de Boa Esperança apresentou, às 7 horas, a cota 303,18 e um armazenamento correspondente a 83,8% de Volume Útil (V.U.).

Em decorrência da continuidade da previsão de ocorrência de chuvas na Bacia do Parnaíba e, visando ainda a manutenção de volume de espera para controle de cheias, as defluências foram elevadas de 1.600 m³/s para 2.000 m³/s, desde às 14 horas de hoje (03/01), devendo permanecer com este valor até nova reavaliação.

A Chesf ressalta que, com o objetivo de mitigar possíveis impactos da elevação de vazões, é imprescindível que seja fortemente evitada a ocupação de áreas situadas nas planícies de inundação.

Destaca, ainda, que a situação hidrológica está sendo permanentemente avaliada, podendo haver alterações nestes valores, em função da evolução das chuvas e vazões na Bacia do Rio Parnaíba.

Fonte: CHESF

Pedro Lucas Fernandes vem se destacando em Brasília em prol do Maranhão

Como coordenador da bancada maranhense em Brasília, o deputado federal, Pedro Lucas (PTB) tem se destacado quando o assunto é trabalho pelo Maranhão. Dentre suas principais ações, estão projetos de lei relacionados às prioridades de vacinação e outros temas sobre a pandemia da COVID-19, além de outros trabalhos nas áreas da educação, economia e infraestrutura do estado.

“Reuniões importantes para proporcionar mais investimentos, como as que tive com o DNIT e com o Ministério da Infraestrutura para tratar sobre obras nas BRs do estado, marcaram um ano intenso e de desafios onde me dediquei a fazer muito pelo Maranhão. Em 2022 tem muito mais trabalho pela frente”, disse Pedro Lucas.

Projetos de Lei

Após o parlamentar apresentar requerimento para acelerar a votação do projeto de lei que reconhece monoculares como pessoas com deficiência visual, foi sancionada a Lei Amalia Barros.

No âmbito da saúde, além de liberação de recursos para o estado, Pedro Lucas conseguiu aprovação em comissão do PL 244/2019, que cria um fundo com recursos permanentes para combater o câncer.

Para o desenvolvimento econômico e social do Maranhão, o deputado solicitou audiência para que fosse debatido com especialistas, a exploração petrolífera no arco norte do Brasil, que abrange terras maranhenses. O assunto se tornou pauta nas comissões de Relações Exteriores e de Minas e Energia.

Em benefício dos trabalhadores maranhenses, Pedro Lucas apresentou o Projeto de Lei 635/2021, que teve destaque por colocar fim nas deduções de imposto de renda e INSS sobre o 13º salário. Para as prefeituras, o PL 2822/2021 pretende reduzir as alíquotas de contribuição previdenciária, patronal e do funcionalismo, além de estabelecer limite para multas em caso de inadimplemento.

Na área da educação, o destaque foi para a audiência com o Ministério da Educação para tratar sobre o IFMA de Colinas. “Destinamos recursos para viabilizar a obra, que em 2022 começará a atender os alunos da região”, anunciou o deputado.

Pelos direitos das mulheres, o PL 2220/2021, de autoria de Pedro Lucas, estabelece a prioridade na realização de exames toxicológicos de mulheres vítimas de violência. Para garantir mais condições no mercado de trabalho para mulheres vítimas de violência, propomos o PL 2221/2021, que Cria o Programa “Banco de Empregos para Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar.

No esporte, foi aprovado na comissão de Esporte o PL 4866/2019, que protege atletas contra violência física ou sexual. Também foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, o PL 1416/2019, que garante premiação igual para homens e mulheres em competições com uso de recursos públicos. O projeto aguarda análise no Senado Federal.

Por fim, na área de proteção animal, o deputado propôs o PL 2219/2021, que obriga agressores de animais a pagar todo o custo de despesa e tratamentos de animais vítimas de maus-tratos.

Blog do Rogério Silva