fbpx

Estudantes de Timon, Coroatá (MA) e de outros dois estados: Piauí e Amazonas cobram a entrega de seus certificados pela Faculdade Seven

O professor universitário Jacobe Almeida Barbosa, natural de Floriano (PI), dono da Faculdade Seven (Sociedade Educacional Seven & Cia S/S), está sendo acusado de ter frustado o sonho de centenas de estudantes que buscaram a formação superior nos cursos de Pedagogia e História naquela instituição de ensino privado em três estados: Piauí, Maranhão e Amazonas. A falta de compromisso teve início no município de Floriano (PI) se estendendo a Manaus, capital do Amazonas, depois nos municípios maranhenses de Coroatá e Timon, ambos localizados na Região dos Cocais.
Nesse sentido, as reclamações recorrentes contra a Faculdade Seven se dão por falta da entrega dos certificados aos estudantes concludentes dos cursos em questão e, consequentemente, o não reconhecimento pelo Ministério da Educação – MEC. Daí, então, o professor Jacobe Almeida passou a responder várias ações no âmbito da Justiça nos estados do Piauí, Maranhão e Amazonas. Apesar do caso ter sido denunciado na Justiça, os estudantes concludentes desses cursos sem diplomas ainda estão se organizando em grupos visando pressionar a Faculdade Seven a encontrar uma solução viável para esse drama de frustação e ódio. Em Timon, por exemplo, as pessoas que concluíram o Curso de Pedagogia estão sem trabalhar na área de educação, devido o certificado não ter validade perante ao MEC. “Nesse caso, vou ter que buscar um novo curso, em razão do certificado inválido. Não posso exercer a profissão por falta de comprovação legal da conclusão do Curso de Pedagogia na Faculdade Seven. Por isso, estou atuando como voluntária em uma escola”, disse uma mulher que pediu reserva do seu nome temendo represálias.

Imagem meramente ilustrativa 

No caso, existem informações de que estudantes dos polos de Floriano (PI), Manaus (AM), Coroatá (MA) e Timon (MA) enfrentam problemas após a conclusão dos cursos oferecidos pela instituição de ensino superior. A situação se arrasta sem solução e o clima de insatisfação é grande entre as pessoas vítimas desse descaso da Faculdade Seven. Além disso, há também reclamações de supostas ameaças do professor Jacobe Almeida aos denunciantes de suas atividades suspeitas. 
JACOBE ALMEIDA E A AVENTURA NA VIDA POLÍTICA

Desde 2010, o professor Jacobe Almeida insiste na tentativa de conquistar um mandato eletivo, porém, sem sucesso nas urnas. Nas eleições de 2010, ele ingressou na política partidária disputando uma vaga como candidato a deputado estadual na Assembleia Legislativa do Maranhão pelo PHS. Em 2012, Jacobe Almeida arrumou as malas e migrou para Timon, onde tentou ser vereador ainda pelo PHS, mas não deu certo. Em 2014, saltou a Ponte Metálica de volta ao Piauí, sendo candidato a deputado estadual pelo PRTB, sem votação correspondente a vitória. Por último, em 2018, filiado ao PRTB, o professor Jacobe Almeida perdeu mais uma eleição, desta vez, disputando uma vaga de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Maranhão. Atualmente, resolveu escolher o município de Parnarama (MA) para fazer militância política partidária. Parnarama seria a próxima aventura no campo político?

Informações Blog Ademar Sousa

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook