fbpx

Estuprador de crianças de igreja evangélica é preso em São Luís; crimes foram cometidos em Caxias

As vítimas contaram à polícia que ele agia do mesmo modo, aproveitava a posição dele na igreja, para abordar meninas da mesma congregação.

Um homem, identificado como Fagner Braga do Nascimento, de 39 anos, foi preso na última quarta-feira (19), em São Luís, pelos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes, na cidade de Caxias, a cerca de 367 km da capital maranhense.

Segundo a polícia, sete vítimas denunciaram Fagner à polícia, em Caxias. Elas relataram terem sido vítimas de estupro ainda na infância.

As vítimas contaram à polícia que ele agia do mesmo modo, aproveitava a posição dele na igreja, para abordar meninas da mesma congregação. Assim que elas cresciam e se aproximavam da adolescência, Fagner perdia o interesse e partia em busca de novas vítimas.

Fagner do Nascimento já havia sido investigado antes pela mesma suspeita, na ocasião, o celular dele foi apreendido. A partir daí, a polícia conseguiu colher provas para pedir a prisão preventiva do investigado.

A prisão do suspeito foi executada por uma equipe de investigadores da Delegacia Especial da Mulher (DEM/Caxias)do município, com apoio do Grupo de Pronto Emprego (GPE).

Segundo informações levantadas pela delegada titular da DEM/Caxias, Marília Vasconcelos, o Poder Judiciário expediu o mandado judicial em desfavor do homem em razão da prática de estupro de vulnerável, praticado contra três irmãs em Caxias.

Ainda de acordo com as informações da delegada titular, o acusado se aproximava dos pais das vítimas com a finalidade de ganhar a confiança das famílias e ingressar nas residências para cometer os atos criminosos.

Durante buscas na residência do suspeito, visando apreender os aparelhos de armazenamento de imagens pornográfica, os policiais descobriram ainda que o homem também usava as imagens para atrair e violentar os menores de idade da região.

O homem foi localizado e preso em São Luís, onde estava a trabalho. Após os procedimentos de praxe na delegacia, o detido foi recambiado para Unidade Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Via Gilberto Lima

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook