fbpx

Fantástico: Prefeito de Carolina (MA), Erivelton Teixeira é acusado realizar aborto dentro de um motel no Tocantins; veja o vídeo

O prefeito de Carolina (MA), Erivelton Teixeira, está sendo acusado de sedar e realizar um aborto sem o consentimento da vítima, com quem ele tinha um relacionamento, em um motel na cidade de Augustinópolis, Tocantins. O caso ocorreu em março de 2017, mas apenas agora, seis anos depois, o prefeito se tornou réu no processo.

Segundo a investigação, o prefeito, que também é médico, levou a vítima, Rafaela Maria Santos, para um motel com a desculpa de realizar um exame de ultrassom para verificar a saúde do feto. No entanto, a polícia acredita que a verdadeira intenção era sedá-la e realizar o aborto sem o seu consentimento.

Rafaela relatou ao Fantástico que sentiu como se sua garganta estivesse se fechando depois de ser sedada e, quando acordou, estava dentro do carro, voltando para sua cidade, com o vereador Lindomar da Silva Nascimento, que era o motorista de Erivelton Teixeira na época, no banco de trás. A polícia suspeita que o prefeito tenha realizado o aborto no motel.

O Ministério Público do Tocantins registrou a acusação de aborto ilegal contra Erivelton Teixeira, que agora enfrentará a Justiça. A defesa do prefeito e de Lindomar Nascimento, que também é acusado de participar do crime, alega que seus clientes não foram notificados da ação penal e que tem total confiança em um veredito justo.

Nem o Conselho Regional de Medicina do Maranhão nem o do Tocantins têm registro de Erivelton Teixeira como obstetra. A reportagem entrou em contato com os dois conselhos, mas não obteve resposta sobre as denúncias contra o prefeito de Carolina.

Veja o vídeo

Reportagem Fantástico matéria Folha do Maranhão

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook