fbpx

Frente Parlamentar da Agropecuária pede anulação de “questões ideológicas” do Enem sobre o setor

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) emitiu uma nota na segunda-feira, 6, pedindo um “posicionamento urgente” do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em relação a questões no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023.

 

A frente solicitou a anulação de três questões, sendo duas relacionadas à atividade agropecuária no Brasil, e também a convocação do ministro da Educação, Camilo Santana, para audiências no Congresso.

A FPA alega que as perguntas são mal formuladas, baseadas em ideologia e permitem respostas variadas, dependendo do ponto de vista do aluno. Eles pedem a anulação imediata das questões.

Além disso, a nota exige informações do Ministério da Educação sobre a banca organizadora do Enem 2023 e as referências bibliográficas usadas na elaboração do exame.

As questões mencionadas pela FPA são as seguintes:

– Questão 70: Critica a “lógica do agronegócio” e aborda o avanço da cultura da soja e o desmatamento na Amazônia.

– Questão 71: Trata da corrida espacial financiada por bilionários e faz referência à colonização do Brasil.

– Questão 89: Afirma que “o modelo capitalista subordina homens e mulheres à lógica do mercado” e foca no agronegócio no Cerrado.

O informante

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook