fbpx

Gov. Carlos Brandão, vice-líder do Congresso Pedro Lucas e Sec. Paulo Casé se reúnem com Ministro do Desenvolvimento em Brasília

_Na pauta, foi tratada a ampliação de programas socioassistenciais, de geração de emprego e renda e de segurança alimentar no Maranhão._

Nesta terça-feira (7), o governador do Estado, Carlos Brandão; e o secretário de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), Paulo Casé Fernandes; se reuniram com o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Wellington Dias, em Brasília.

Na reunião, que também contou com a presença do deputado federal e vice-líder do Congresso, Pedro Lucas Fernandes, foi tratada a necessidade de ampliação dos Restaurantes Populares no Maranhão, além dos programas socioassistenciais e de geração de emprego e renda.

Durante o encontro, o Ministro Wellington Dias conheceu o programa dos Restaurantes Populares, desde a organização do funcionamento dos equipamentos, ao estímulo à agricultura familiar, além de ter conhecimento dos êxitos alcançados. Na oportunidade, o governador Carlos Brandão e o secretário Paulo Casé solicitaram apoio do Governo Federal para ampliação do programa a fim de abranger todos os 217 municípios do Maranhão.

Desde 2019, o Brasil vem enfrentando os desmontes nas políticas de segurança alimentar e nutricional. “Na contração dessa realidade, o Maranhão expandiu o número de equipamentos alimentares, chegando, em outubro do ano passado, a 168 Restaurantes Populares. Hoje, já somos a maior Rede de Segurança Alimentar da América Latina”, pontuou o Governador Carlos Brandão.

Na oportunidade, o secretário Paulo Casé aproveitou para justificar a necessidade de ampliar o programa Criança Feliz, importante política pública que estimula o desenvolvimento infantil de forma saudável. Ele explicou que, de um universo de 99 mil crianças com perfil para serem atendidas pelo programa, apenas 56 mil estão inscritas no CadÚnico e são contempladas pelo programa.

“Atualmente, existe a necessidade de expansão do número de crianças beneficiadas pelo programa. Além disso, precisamos diferenciar as crianças pertencentes aos povos originários e as comunidades tradicionais, pois vivem em lugares de difícil acesso e com maior grau de vulnerabilidade socioeconômica”, afirmou Paulo Casé.

Ainda no âmbito socioassistencial, o governador e o secretário pontuaram, de acordo com o novo Censo, o aumento progressivo no número de pessoas idosas. De acordo com eles, é necessário investir na ampliação e no custeio dos Institutos de Longa Permanência, que já possuem uma fila grande de pessoas com interesse em serem acolhidas.

Sobre as políticas de geração de emprego e renda, o governador Brandão e o secretário Paulo Casé assumiram, junto ao Ministro, o compromisso de articular com empresários oportunidades no mercado de trabalho para chefes de famílias inscritos no CadÚnico. O objetivo é impulsionar esses trabalhadores para que eles possam alcançar sua autonomia e não dependerem financeiramente apenas dos benefícios sociais.

Além disso, o governador afirmou que, bem como a educação, a sua gestão também está focada na geração de renda. Em resposta aos projetos do ministro Wellington Dias em fortalecer as relações trabalhistas em todo o país, Brandão frisou que não faltará esforços em seu governo para ampliar ainda mais o número de maranhenses com carteira assinada.

Por fim, o Ministro ficou de visitar o Maranhão e se comprometeu a impulsionar e a ampliar os programas discutidos durante a reunião, além de ter solicitado apoio nas ações socioassistenciais e de incentivo para autonomia financeira das famílias inscritas no CadÚnico.

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook