fbpx

Judiciário e municípios viabilizam pontos de inclusão digital da Justiça

PROJETO ‘JUSTIÇA DE TODOS’ PROMOVE ACESSO À JUSTIÇA

Helena Barbosa

O Projeto “Justiça de Todos”, que viabiliza pontos de inclusão digital em cidades onde não há fóruns judiciais, chegou às cidades de Nova Iorque e Benedito Leite, termos judiciários das comarcas de Pastos Bons e São Domingos do Azeitão, no Maranhão, respectivamente. Ao todo, 31 salas de acesso virtual à Justiça já foram instaladas pela Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão (CGJ-MA) no Estado.

O projeto beneficia cidadãos de termos judiciário com a instalação das salas informatizadas para acesso virtual aos serviços forenses, por meio de parceria institucional da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão (CGJ-MA) com as prefeituras municipais dos termos judiciários beneficiados.

Nessas salas, os usuários da Justiça poderão dispor dos serviços judiciários como o “Balcão Virtual”, participar de audiências por videoconferência e entrar em contato com os integrantes do Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e OAB.

A entrega das unidades foi feita pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho, na companhia da juíza Tereza Palhares Nina, coordenadora do projeto, e do juiz de direito Adriano Lima Pinheiro, titular da Comarca de Pastos Bons, que responde pela Comarca de São Domingos do Azeitão, e dos prefeitos municipais Daniel Franco de Castro (Nova Iorque) e Ramon Carvalho de Barros (Benedito Leite).

O desembargador José Gonçalo Filho (TJMA) estava presente à inauguração em Nova Iorque, e o procurador do município, Vinicius Cortez, em Benedito Leite.

As autoridades assinaram um Termo de Cooperação Técnica que viabilizou a dotação de espaços físicos, móveis e equipamentos de informática que permitem o acesso virtual aos serviços judiciários oferecidos pelos fóruns de Pastos Bons e São Domingos do Azeitão, que ficam localizados a 16km e 52 km de distância, respectivamente.

O corregedor-geral da Justiça falou aos moradores presentes destacando os benefícios da parceria que possibilitou a inclusão digital para os moradores dos termos judiciários beneficiados, com a vantagem de não mais precisarem se deslocar até a sede das comarcas, para a prática de atos que podem ser realizados de forma virtual, nas salas do projeto.

Sala do Projeto “Justiça de Todos” em Nova Iorque.

Sala do Projeto “Justiça de Todos” de Benedito Leite.

O gestor que estiver interessado em dotar o município de um ponto de inclusão digital poderá aderir ao projeto por meio de um formulário disponibilizado na internet, na página da CGJ-MA na internet:

Formulário de adesão ao Projeto Justiça de Todos

Assessoria de Comunicação

Corregedoria Geral da Justiça

asscom_cgj@tjma.jus.br

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook