fbpx

Preso suspeito de participar da morte de advogado Joaquim em Gonçalves Dias; vítima foi assassinada a tiros de fuzil

Foi preso, na última segunda (17), um dos suspeitos de participar da morte do advogado Joaquim Avelino Sobrinho Filho, que foi assassinado a tiros de fuzil no sábado (15), em uma chácara na cidade de Gonçalves Dias, a cerca de 340 km de São Luís.

Segundo a polícia, o homem preso tinha uma relação de amizade com a vítima. Ele foi detido e encaminhado para a Delegacia Regional de Presidente Dutra. A polícia continua investigando o caso. O advogado Joaquim Avelino Sobrinho Filho havia sido preso em 2018, por envolvimento em um assalto a uma agência bancária em Dom Pedro, mas já estava em liberdade.

Segundo a polícia, Joaquim Avelino é ex-funcionário do Banco do Brasil de Gonçalves Dias e, na época, teria passado informações para os criminosos que explodiram e roubaram a agência de Dom Pedro.

Bandidos explodiram agência bancária em Dom Pedro — Foto: Adonias Soares

Fortemente armados, os assaltantes ainda trocaram tiros com policiais e fuzilaram a delegacia e o quartel da Polícia Militar da cidade. Para fugir da cidade, eles utilizaram um caminhão para bloquear a BR-135 e espalharam vários ferros na via para dificultar as buscas dos policiais.

 

g1 Maranhão

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook