fbpx

Restos mortais são encontrados carbonizados em Pedreiras; suspeita-se que sejam de uma adolescente desaparecida

Restos mortais podem ser de Joana Talita Sanches, de 15 anos, de Trizidela do Vale, que está desaparecida desde o último dia 18 de agosto

Restos mortais foram encontrados por populares, nesta sexta-feira (1º), na Rua 6 do Parque Henrique Oliveira, no município de Pedreiras, a 280 km de São Luís. Segundo informações da Polícia Civil do Maranhão, foram encontrados parte de um antebraço, mão, pés, ossos das pernas e um crânio, além de metade da arcada dentária.

O corpo foi completamente carbonizado. Segundo o delegado Diego Maciel, titular da 14ª Delegacia Regional de Pedreiras, a ossada pode ser de uma das duas adolescentes que estão desaparecidas na cidade de Pedreiras. Ele afirmou que a identidade só poderá ser confirmada após a perícia.

A ossada pode ser da jovem Joana Talita de Sales Vieira Sanches, de 15 anos, de Trizidela do Vale, que está desaparecida desde o último dia 18 de agosto. A mãe da jovem desaparecida afirmou que a bolsa encontrada pertence ao seu neto, filho de Joana Talita.

“Nas primeiras horas da manhã de hoje (1º), recebemos essa informação acerca de uma possível localização de uma ossada humana, possivelmente do sexo feminino. Os primeiros levantamentos já foram feitos, e a ossada foi recolhida e vai ser encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon. Nesse momento estamos verificando algumas circunstâncias que envolvem essa localização e também já temos, possivelmente, a identificação, mas só através de um exame pericial vai ser possível constatar de forma segura isso. A gente tem, pelo menos, dois registros de desaparecimento, de duas jovens. A ossada, tudo indica que seja de uma adolescente”, explicou o delegado.

Ainda segundo informações do delegado, próximo aos restos humanos havia uma bolsa pequena, que foi reconhecida pela mãe de uma das adolescentes desaparecidas como sendo da filha dela.

As informações preliminares da polícia apontam que a possível vítima estaria em um relacionamento com um integrante de facção criminosa da cidade de Bacabal e que ela chegou a fugir de casa. Após um registro de ocorrência a adolescente voltou para casa, mas realizou outra fuga e não havia mais sido localizada.

O delegado Diego Maciel afirmou que, após identificar de quem são os restos mortais, será instaurado um inquérito policial no 1º Distrito Policial, para identificar a autoria do crime.

“Toda e qualquer informação que possa ser útil a essa situação pode ser encaminhada para o Instagram da Polícia Civil (@policiacivilma) ou para o WhatsApp da Polícia Civil (98 99224-8660), para que a gente consiga montar esse quebra-cabeça”, destacou o delegado.

Via Gilberto lima

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook