fbpx

Vereador de Cajapió é investigado por suspeita de estupro de vulnerável contra a filha e a sobrinha; crianças denunciaram os abusos à avó

Em depoimento, a filha de Fábio José Câmara Costa afirmou que ele tentava beijá-la à força e pegava em suas parte íntimas.

O vereador Fábio José Câmara Costa (PV), do município de Cajapió, a 178 km de São Luís, é investigado por suspeita de estupro de vulnerável contra a filha e a sobrinha, menores de 12 anos.

As vítimas relataram os abusos à avó, que procurou o Conselho Tutelar. Em depoimento, a filha de Fábio afirmou que ele tentava beijá-la à força e pegava em suas parte íntimas. Ela disse, ainda, que o pai teria enviado mensagens de teor sexual a outras primas, também crianças.

Ele aproveitava que as menores estavam em sua residência em decorrência das férias escolares para prática do crime, inclusive fazia convites para que as menores fossem escondidas ao seu quarto durante a noite.

Após o Conselho Tutelar registrar um Boletim de Ocorrência, um inquérito foi aberto. O caso é investigado pela Superintendência de Polícia Civil do Interior.

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) também deu parecer favorável para que todas as vítimas sejam ouvidas na presença de uma assistente social.

O vereador vai responder por crime de estupro de vulnerável, previsto no art. 217-A do Código Penal. Caso seja condenado, ele poderá pegar pena de reclusão de 8 a 15 anos de prisão.

O processo está registrado sob o n.º 0800653-11.2023.8.10.0130 e tramita na Vara da Comarca de São Vicente de Ferrer (MA).

Veja aqui na íntegra

Via Gilberto Lima

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook