fbpx
Blog Fuxico do Sertão - Notícias de Pastos Bons e Região

Professor é preso suspeito de assassinar adolescente com mais de 20 facadas em Lago do Junco

O professor Adailson de Oliveira é suspeito de matar o adolescente Antônio Carlos Duarte com 21 facadas

O professor Adailson de Oliveira foi conduzido para prestar depoimento na delegacia de Lago da Pedra sobre o assassinato do adolescente Antônio Carlos Duarte, de 15 anos, morto a facadas e pauladas na terça-feira (5). O depoimento não foi convincente e o delegado Marcelo Lopes resolveu pedir a prisão do professor.
Segundo informações, as investigações apontam que existem indícios que apontam o professor como o autor do bárbaro assassinato. Ele figura como principal suspeito e permanece preso em Lago da Pedra.
O adolescente foi morto com 21 facadas, uma paulada na cabeça e dois cortes no pescoço, um de cada lado.
Entenda o caso
O assassinato do adolescente Antônio Carlos, morador do povoado Cajazeiras, zona rural de Lago do Junco, ocorreu na última noite de Carnaval, na casa do professor Adailson de Oliveira. 

O adolescente foi assassinado no quintal da casa do
professor Adailson

Ao sargento Ruy, da PM de Lago do Junco, o professor Adailson relatou que ele a vítima brincavam juntos no último dia de folia do carnaval na cidade. Durante a festa, os dois saíram para buscar uma bebida (Ice) na casa do professor, que fica próximo ao local. Ao chegar à residência, Adailson relata que foram surpreendidos por assaltantes.
Os supostos criminosos estavam armados com faca e exigiu dinheiro e o aparelho celular. O professor disse que não tinha e o assaltante, enfurecido, feriu Antônio Carlos com um golpe na mão e matou o matou com várias facadas.
Em desespero, o professor afirma que correu e conseguiu fugir do criminoso pulando o muro. Após o crime, o assassino (ou assassinos), fugiu sem deixar pistas.
Adailson Oliveira tem 32 anos, é casado, pai de dois filhos (não biológico) e professor bastantes conhecido em Lago do Junco. Ele se encontra preso em Lago da Pedra e vai ficar à disposição da justiça, até que o caso seja elucidado.

IInformações blog do Gilberto Lima

Categoria: Maranhão, Policial