fbpx

Dino adia decisão sobre escolha do sucessor e Brandão é desmoralizado

Acabou agora a pouco, no Palácio dos Leões, reunião promovida pelo governador Flávio Dino (PSB) com presidentes de 13 partidos que apoiam a sua gestão.

O socialista e os líderes políticos decidiram adiar para o fim de janeiro decisão acerca da escolha do candidato de consenso do grupo governista.

Com a medida, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) acabou saindo desmoralizado do encontro

O tucano, logo no início da reunião através de aliados seus na imprensa, divulgou informação afirmando que Dino teria decidido apoia-lo.

O governador, de fato, demonstrou preferência por Brandão. No entanto, disse que seu posicionamento não seria imposição a nenhum dos pré-candidatos e, tão pouco, aos presidentes das siglas.

“Nesta segunda, fizemos reunião com os 13 partidos que compõem o nosso governo. A eles manifestei a posição de apoiar a pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão ao cargo de governador em 2022. Agora os partidos vão debater em busca da máxima unidade”, pontuou Dino nas suas redes sociais.

Os representantes dos seis partidos que apoiam o senador Weverton Rocha, pré-candidato do PDT ao Governo, em suas falas, confirmaram total apoio ao pedetista e também defenderam que a batida de martelo ocorra em outro momento.

Weverton atende a todos os requisitos estabelecidos por Dino em uma Carta Compromisso assinada no dia 05 de julho.

Via Blog Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook