fbpx

Grupo Mateus é a terceira maior rede no ranking de supermercados do Brasil

O GPA (Grupo Pão de Açúcar) deixou o pódio do mais recente Ranking Abras, divulgado anualmente pela Associação Brasileira de Supermercados. Com um faturamento de R$ 18,5 bilhões em 2022, a companhia perdeu o terceiro lugar para o Grupo Mateus, que registrou R$ 24,6 bilhões em receita bruta no ano passado.

A liderança do ranking ficou com o Carrefour pelo sétimo ano seguido. O grupo movimentou R$ 108,1 bilhões em 2022, quase 80% mais que o Assaí Atacadista, que ficou na segunda posição. Em quinto lugar, com faturamento de R$ 14 bilhões, ficou o Supermercados BH.

AS CINCO MAIORES EMPRESAS DO SETOR DE SUPERMERCADOS

Segundo o Ranking Abras 2023

  1. Carrefour

    Faturamento em 2022: R$ 108 bilhões

  2. Assaí Atacadista

    Faturamento em 2022: R$ 59,7 bilhões

  3. Grupo Mateus

    Faturamento em 2022: R$ 24,6 bilhões

  4. Grupo Pão de Açúcar

    Faturamento em 2022: R$ 18,5 bilhões

  5. Supermercados BH

    Faturamento em 2022: R$ 14 bilhões

O ranking da Abras é produzido com a consultoria NielsenIQ, e lista as 30 maiores empresas do setor de supermercados anualmente. Os números foram apresentados em um evento do segmento em São Paulo e e estarão na edição de maio da revista SuperHiper, produzida pela associação. A publicação completa traz também outros dados, como números de lojas e índices de eficiência.

O setor supermercadista somou, segundo a Abras, um faturamento total de R$ 695,7 bilhões em 2022, considerando todos os formatos e canais de distribuição.

O GPA é dono das bandeiras Pão de Açúcar, Compre Bem, Mercado Extra e da colombiana Éxito. No primeiro trimestre deste ano, a companhia registrou prejuízo de R$ 248 milhões. No mesmo período, em 2022, o grupo havia registrado lucro de R$ 1,4 bilhões.

O ranking da Abras considera os resultados de 2022, quando, no último trimestre, o GPA registrou prejuízo líquido de R$ 1,1 bilhão. Aos investidores, o grupo disse, na época, ter gasto R$ 227 milhões com reestruturação. Também afirmou ter precisado aumentar contingências trabalhistas e tributárias.

O Grupo Mateus, que tomou o terceiro lugar do Pão de Açúcar do ranking da Abras, opera supermercados e lojas de atacado no Norte e no Nordeste do país. Em 2020, o grupo fez o maior IPO (oferta pública de ações, na sigla em inglês) daquele ano e levantou R$ 4,6 bilhões.

Em 2022, o grupo registrou lucro líquido de R$ 1 bilhão e, segundo relatório de resultados, a receita bruta de R$ 24,5 bilhões foi um recorde para a companhia. Os resultados do primeiro trimestre de 2023 serão divulgados no dia 11 de maio.

O líder do ranking da Abras teve um início de ano desafiador. Nesta quarta (3), o Carrefour viu o preço de suas ações tombar depois de anunciar, na véspera, prejuízo líquido de R$ 113 milhões de janeiro a março de 2023. No mesmo período do ano passado, a companhia havia registrado lucro de R$ 370 milhões.

Na divulgação dos resultados, Stéphane Maquaire, CEO do Carrefour, escreveu que a rentabilidade no trimestre foi pressionada por custos da compra do Grupo BIG, como a conversão de lojas.

O Brasil fechou 2022 com 94,7 mil supermercados, mais do que os 92,5 mil registrados no ano anterior, e por onde passaram 28 milhões de consumidores, que fizeram 245,4 mil compras.

Fortuna de mais de US$ 1 bi em 2023

Consta apenas o nome de um nordestino na edição 2023 da tradicional lista da Forbes de fortunas superiores a US$ 1 bilhão. Trata-se do maranhense Ilson Mateus, fundador da rede de supermercados Mateus, que vem expandindo as operações nos últimos anos.

O empresário, de 60 anos, aparece na 21ª posição do Brasil, com um patrimônio líquido de US$ 1,7 bilhão, o equivalente a R$ 8,6 bilhões. Ele está empatado com Alexandre Grendene, da indústria de calçados. No ranking mundial, Mateus fica na posição número 1.725.

Com capital aberta em 2020, este império supermercadista é a quarta maior varejista de alimentos do Brasil, com mais de 220 lojas. Segundo a Forbes, a fortuna inclui as participações de seus dois filhos no Grupo Mateus.

21) Ilson Mateus, 60 anos, e família
Posição no ranking global: 1725 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 1,7 bilhão (R$ 8,64 bilhões)

Ex-mineiro de ouro, Ilson Mateus construiu a rede de supermercados Grupo Mateus e abriu seu capital em outubro de 2020. A empresa é controlada por Mateus e sua ex-mulher, Maria Barros Pinheiro, que é ex-bilionária. Atualmente o quarto maior varejista de alimentos do Brasil, o Grupo Mateus opera 224 lojas no país. Sua fortuna inclui as participações de seus dois filhos no Grupo Mateus.

Em 2022, o grupo registrou lucro líquido de R$ 1 bilhão e receita bruta de R$ 24,5 bilhões, um recorde para a companhia. Os resultados do primeiro trimestre de 2023 serão divulgados no dia 11 de maio.

(Com informações da Folha de São Paulo)

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook