fbpx

Vídeo: Deputado chama Flávio Dino para a porrada

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PL-RO) fez discurso em tom de ameaça contra o ministro da Justiça Flávio Dino em fala no plenário da Câmara dos Deputados. Horas após o embate de Dino com o senador Marcos do Val (Podemos-ES), o deputado bolsonarista tomou a palavra, chamou o ministro ‘para a porrada’ e ironizou seu peso — ao chamá-lo de ‘sobrepeso’.

— Vou falar daquele senhor, daquele senhor que está com sobrepeso. Ele declarou que STF e o governo vão regular a internet na marra. Rapaz, não tem culpa não, sobrepeso? Esse país é democrático. Ele não é comunista, se tu gosta de comunista, seu sobrepeso, vaza do país — disse o deputado sobre o PL das Fake News, projeto defendido pelo governo Lula (PT) e repudiado por parlamentares da bancada do PL.

Em seguida, o bolsonarista aderiu tom de ameaça:

— Seu irresponsável, se vier para cima, aqui na marra não funciona. Se vier na marra, vai levar porrada — afirmou Coronel Chrisóstomo.

Na manhã desta terça-feira, Dino esteve em audiência pública na comissão de Segurança Pública do Senado, na qual defendeu a aprovação do texto que teve sua votação adiada na semana passada. A reunião foi marcada por debates acalorados, o principal com Marcos do Val.

Durante a sessão, do Val chegou a dizer que irá pedir o afastamento e a prisão do ministro da Justiça.

— Eu espero que o ministro seja afastado e, se possível, preso como foi o ministro André Mendonça… — afirmou do Val, confundindo o nome de Mendonça (ex-ministro da Justiça e hoje ministro do Supremo Tribunal Federal ) com o de Anderson Torres, que está preso há mais de 115 dias acusado de omissão nos atos golpistas de 8 de janeiro.

Diante das afirmações, Dino reagiu:

— Não precisa o senhor ir para porta do Ministério da Justiça fazer vídeo de internet porque se o senhor é da Swat, eu sou dos Vingadores. O senhor conhece o Capitão América? O Homem-Aranha? — disse o ministro, provocando risadas dentro da comissão.

Veja abaixo embates de Flávio Dino com os senadores Flávio Bolsonaro e Sérgio Moro.

Via Jhon Cutrim

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook